PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
Rua Pedro Caboclo Alvarenga- Conjunto Arsênio Alves- Boa Ventura- Paraiba- Brasil

"Criança Evangelizada Hoje, Homem de Bem Amanhã"

PROGRAMA PENSE NISSO

PROGRAMA PENSE NISSO
PROGRAMA PENSE NISSO . De segunda á sexta, 17 horas . Na Rádio Boa Nova de Itaporanga- CLIQUE NA IMAGEM E OUÇA A RÁDIO

PENSADORES

Pensadores
          (Reynollds Augusto)


Em determinado momento da existência, na madrugada da vida, Deus nos criou e de forma “simples e ignorante”, no dizer dos espíritos. Simples, sem muita complexidade e ignorantes para que possamos alçar vôos por esforço próprio, na busca do aperfeiçoamento, que não tem termo. Esse negócio de dizer que Deus criou anjos, que são espécies de seres aparte da criação, é balela. Se assim fosse eu iria protestar, pois deveria ter me criado nessa condição de anjo também, feliz e longe das dores da vida.

Mas a grande verdade é que todos nós um dia seremos anjos, como diz a música espírita, ou seja, paulatinamente vamos nos aproximando dessa condição à medida que vamos adquirindo maturidade espiritual, que não acontece de repente e dessa forma vivendo com mais sobriedade, sentindo com mais qualidade a “magia” da vida. Nesse processo de aprendizado temos dois grandes mestres a nos ensinar a seguir o caminho acertado: O AMOR E A DOR.

Tem muita gente que não gosta muito da segunda, pois não entende a sua didática de impacto para que possamos despertar e cair na real. Como estamos inseridos e permeados por leis naturais que regem a todos é importante que compreendamos que a dor não vem de graça para nenhum ser. Se ela não for resultado de nossos atos nesta vida presente, não há dúvidas que remonta tempos outros, na aplicação daquele princípio ditado por Jesus, o mestre dos mestres: “Não sairás daí enquanto não pagares o último ceitil”.

Viver é experimentar e só experimenta bem, quem sabe o que é viver. Existe muita gente boa que não sabe viver, porque não compreende o objetivo da vida. As perguntas cruciantes devem ser respondidas com racionalidade: quem eu sou? De onde venho?E o que é que estou fazendo aqui? Mas tudo tem seu tempo, como disse o apóstolo Paulo.

Há pensadores e mais pensadores e alguns refletem com maestria a luz em suas verdades, outros não sabem o que dizem e em muito fazem uma leitura frustrante da vida, como Schopenhauer, por exemplo. Apesar de ser uma criatura inteligente demais, fazia uma leitura equivocada da vida. Coitado, talvez não tivesse conhecido o pensamento espírita que levanta o animo.
Dizia ele :

- “a vida é um eterno sofrimento que o destino nos reserva e não há forma de evitá-los. É feita de trabalho, preocupação, cansaço, problemas, doenças, perseguição e finalmente a morte, concluía”.

O filósofo deveria estar passando por problemas graves e não tinha sustentação moral para solucionar os obstáculos.

Freud, também vez por outra, saía com as suas:

- “Se batermos nos túmulos e perguntarmos aos mortos se querem voltar à vida, todos se apressarão em dizer não”.

São visões pessoais de pensadores que não detinham em suas vidas conceitos espirituais, talvez pelas inserções de idéias de religiões irracionais que mais afasta o homem de Deus do que o aproxima. Faço minhas as palavras de Voltaire:”Eu creio no Deus que fez os homens e não Deus feito pelos homens”. Isso explica tudo. Infelizmente muitas religiões que aí estão distancia o homem de Deus e não ensina os seus adeptos a viverem eficazmente e por conseqüência vivem mal, pessimistas, desesperançosos...

O outro mestre, o AMOR, possui uma didática diferente. Grandes pensadores disseminaram as suas teses: Jesus, Chico Xavier, Francisco de Assis, Madre Tereza de Calcutá, irmã Dulce, Gandhi... Tem muita gente boa nessa escola que prepara o homem para viver bem.

Todas essas considerações me fizeram lembrar de outro grande defensor da visão racional da vida que é o professor Hermógenes. Já tive oportunidade de vê-l o em alguns encontros espíritas. Dizia:

- Você sofre parabéns. Deus tem um plano para você

Os seus livros nos ensinam a plena felicidade e jamais fez apologia ao sofrimento ou ao pessimismo, mas ensina que a lição do sofrimento desperta o homem para as verdades da vida e o faz mudar de direção e se equilibrar

Escolha o seu mestre para bem viver e seguir em frente. Todos os dois com suas didáticas próprias esclarecem e elucidam, mas quem escolhe é você e lembra-se que “a semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória” (Jesus).



PENSE NISSO! MASPENSE AGORA.

Nenhum comentário: