PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

"CENTRO ESPÍRITA SEAREIROS DO BEM - HÁ 25 ANOS EVANGELIZANDO A CRIANÇA E O ADOLESCENTE"

PROGRAMA PENSE NISSO

PROGRAMA PENSE NISSO
PROGRAMA PENSE NISSO . De segunda á sexta, 17 horas . Na Rádio Boa Nova de Itaporanga- CLIQUE NA IMAGEM E OUÇA A RÁDIO

HOJE É UM DIA ESPECIAL. É O SEU ANIVERSÁRIO

HOJE É UM DIA ESPECIAL. É O SEU ANIVERSÁRIO

(Reynollds Augusto)

 

A cada renascimento, um aniversário. Não há como contabilizar os inúmeros aniversários que o espírito humano possui ao longo das reencarnações, no sentido de usar um novo corpo, com uma nova personalidade, cuja experiência e aprendizado irão compor a sua individualidade, enriquecida com mais uma experiência no campo da evolução incessante. É claro que não temos condições de saber, precisamente, quando Deus criou o espírito. O que sabemos é que ele cria incessantemente. O espírito possui milhares de anos que se perde na lógica do tempo, em meio a essa imortalidade, que não se acaba.

Hoje quero me reportar ao aniversário de um espírito evoluído e amigo do saber. Refiro-me a Allan Kardec, ou Hippolyte Léon Denizard Rivail, que teve a missão de trazer à Terra a terceira revelação, ou o consolador prometido por Jesus. Tem gente que diz que isso não é verdade dizendo que os espíritas são pretensiosos, quando afirma que a Doutrina Espírita é Jesus de Volta. Fazer o que?

Mas Kardec era filho de Jean Baptiste Antoine Rivail, magistrado, juiz e Jeanne Louise Duhamel e nasceu em três de outubro de 1804, “hoje”, no dia do espetáculo da democracia brasileira. Se o corpo físico tivesse condições para abrigar esse espírito até hoje, teria 206 anos. Muito pouco diante do relógio da eternidade. Provavelmente possui, em verdade, alguns milhares de anos em sua escalada evolutiva.

Mas quem foi Allan Kardec?

Foi aquele escolhido por Deus para codificar os ensinos trazidos do “alto” à Terra. Jesus antes de partir disse que mandaria o consolador: “O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece”... “vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito (João, Cap. 14. VS. 17 e 26).

Foi necessário escolher um homem isento e descrente em Deus, para que o despertar das questões espirituais acontecessem com fidelidade. Quando disseram a Kardec que estava acontecendo coisas estranhas em que as mesas “falavam” e respondia com racionalidade perguntas feitas por aqueles que brincavam com o fenômeno disse:

- Só acreditarei que se me provarem que a mesa tem cérebro para pensar e nervos para sentir.

Depois de um longo tempo de pesquisas apuradas, descobriu-se que por trás das pancadas estavam as almas dos homens que viveram na Terra, ou seja, a morte não existe. E com o aperfeiçoamento das comunicações, o professor Kardec trouxe para o mundo cinco livros que tratam da verdade da vida:

1. O livro dos Espíritos – 1857

2. O Livro dos Médiuns- 1861

3. O Evangelho Segundo o Espiritismo - 1864

4. O Céu e o Inferno - 1865

5. A Gênese – 1868

Muitos outros cientistas deram seguimento às pesquisas de Kardec, como Camille Flammarion, William Crookes, Cesar Lombroso, Ernesto Bozzano, Léon Denis, Alexandre Aksakoff, Florence Cook, Gustave Geley...

No Brasil destacamos: Antônio Gonçalves Batuíra, Adolfo Bezerra de Menezes. Anália Emília Franco, Cairbar de Souza Schutel, Euripedes Barsanulfo, Jesus Gonçalves, Leopoldo Machado, Meimei e outros.



A comunidade espírita comemora com alegria o nascimento de Hippolyte Léon Denizard Rivail, em 03 de outubro de 1804, há 2006 anos, e que usou o pseudônimo de Allan Kardec, com o objetivo de que o povo adquirisse as obras, pelas obras e não por ter sido ele o codificador.

E com esse legado de conhecimento e de amor, vamos considerar a mensagem de Miguel Vives:

“O Espírita é o consciente construtor de uma forma de vida humana na Terra e de vida espiritual no Espaço; a sua responsabilidade é proporcional ao seu conhecimento da realidade, que a Nova Revelação lhe deu; seu dever de enfrentar as dificuldades atuais, e transformá-las em novas oportunidades de progresso, não pode ser esquecido um momento sequer; ESPÍRITAS, CUMPRAMOS O NOSSO DEVER.

Feliz Aniversário Kardec.



PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA.

Nenhum comentário: