PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

"CENTRO ESPÍRITA SEAREIROS DO BEM - HÁ 25 ANOS EVANGELIZANDO A CRIANÇA E O ADOLESCENTE"

PROGRAMA PENSE NISSO

PROGRAMA PENSE NISSO
PROGRAMA PENSE NISSO . De segunda á sexta, 17 horas . Na Rádio Boa Nova de Itaporanga- CLIQUE NA IMAGEM E OUÇA A RÁDIO

O Negócio é Ser Família

O Negócio é Ser Família
(Reynollds Augusto)
 
O Evangelho no Cesb de Boa Ventura, hoje (06.10.12), foi especial. Aliás  todos os  encontros de estudos espíritas, que é  o mesmo que estudos cristãos, nos acrescentam algo à  vida. O tema girou em torno de um belo texto do espírito Joana de Angelis, a mentora do nosso grande Divaldo Franco, intitulado AMOR FILIAL. Joana retirou a mensagem dos Evangelhos, Mateus, cap. XIX, 19.
 
Descobrimos que a maioria das famílias constituídas não é resultado de um acidente biológico e sim de programação precedente.  Somos atraídos, quase sempre  para o reencontro com almas compromissadas conosco. Os vínculos nunca se perdem e a vida nos  propicia o reencontro. Esse tal de “amor à primeira vista” nos dá certa noção da tese. A minha esposa, por exemplo, antes de me conhecer pessoalmente , já confidenciara a sua amiga particular que iria se casar comigo. Um relance, um momento, resgatou o nosso histórico, encravado no psiquismo profundo, que está nos “porões” da alma.
 
- Fulana, senti que vou me casar com Reynollds.
- Tá doida, nem o conhece...
 
Dito e feito, “rodamos”, experimentamos outras emoções, mas a jurisdição divina nos uniu para que pudéssemos cumprir o nosso compromisso com a família, com os filhos, com a vida. Deve ter acontecido, também, com você. Os nossos familiares tem ligação espiritual conosco e a família é o melhor lugar para continuar a caminhada, que não cessa.
 
É claro que não é regra geral, pois há as exceções. Há os encontros de interesses e quando o casamento é esteado neles, a coisa desanda e logo termina. Há outros tipos de uniões que sempre indicam compromissos, mas o nosso orgulho e o nosso egoísmo não percebe a importância do momento.
 
É por isso que não temos a esposa e os filhos por acaso, são reencontros de espíritos para reconstrução de caminhos, que em muitos casos são desmerecidos, gerando compromissos maiores lá na frente.
 
Joana diz que " há soberanas leis que nos atraem e que os pais não são seres fortuitos que aparecem à frente da prole, descompromissados moral e espiritualmente. São pilotis na instituição doméstica, sobre os quais se constroem os grupos da consanguinidade e da efetividade. Cada espírito renasce no clã onde tem necessidade de aprimorar-se pela paciência, pela resignação, pelo silêncio e pela bondade".
 
É por isso que o bom é viver em família...
 
PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO.www.reynollds.blogspot.com

Nenhum comentário: