PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

"CENTRO ESPÍRITA SEAREIROS DO BEM - HÁ 25 ANOS EVANGELIZANDO A CRIANÇA E O ADOLESCENTE"

PROGRAMA PENSE NISSO

PROGRAMA PENSE NISSO
PROGRAMA PENSE NISSO . De segunda á sexta, 17 horas . Na Rádio Boa Nova de Itaporanga- CLIQUE NA IMAGEM E OUÇA A RÁDIO

A verdade, em Todo Canto


A VERDADE, EM TODO CANTO
(Reynollds Augusto)

Há gente pesando que Deus “vive” cochilando e deixando as coisas acontecerem sem medida ou controle. É bobagem pensar nisso. Somos “monitorados” pela LEI DE CAUSA E EFEITO e “não cai uma folha de árvore sem a sua permissão.

A penalidade da jurisdição divina é certa, pois o seu direito é puro como o “legislador” e ninguém pode sair “daí” (do Planeta Terra) enquanto não “pagar” o último ceitil. É justo.

O problema é que somos todos materialistas por demais e não temos a percepção exata nas leis que regem o universo. Dizemos-nos espiritualistas, cristãos, e vamos às nossas igrejas buscar a “Salvação, que é uma espécie de egoísmo fundamentado, quando a ponte para se chegar a Deus é o próximo. 
Eu acho que Deus está cansado de ouvir tantas orações e bla, blá, blás. O evangelho é um tesouro de vida e o nosso atraso espiritual não faz que entendamos esse baú da felicidade, que não tem muita a ver com as posses. Foi por isso que Jesus disse que “muitos olham, mas não vêem; Ouvem, mas não escutam. O Leitor entendeu, não é?

.A finalidade da “pena”, de verdade, é a reabilitação, o ajuste. É fazer o espírito voltar à sua estrada. Como aquela parábola do filho pródigo, que deixou a sua casa e foi buscar as ilusões, veio a crise, o impacto, os solavancos e ele resolveu procurar o real norte, e na volta para casa retornou mais experimentado. É que a crise gera evolução, mudanças de hábitos, de entendimento. Estamos mergulhados no fenômeno geral da causalidade e não da casualidade, tampouco das “graças” de Deus. “A cada um, segundo suas obras”. Por isso que temos a vida que merecemos, passamos pelas experiências difíceis e felizes, que precisamos passar, exatamente para que os acontecimentos nos dêem uma sacudida e possamos evoluir. A comodidade gera estagnação.

Mas, isso é empírico: ninguém muda ninguém.

Tudo isso me fez relembrar o texto atribuído a Sócrates, escrito por Platão, em “A República”: A CAVERNA DE PLATÃO. Que ensina uma grande verdade, tão explorada com mais discernimento por Jesus, ao dizer que: porque eles, vendo, não vêem; e, ouvindo, não ouvem nem compreendem. Só acreditamos no que queremos acreditar. Pois bem:

Nunca caverna vivem seres humanos.
Ali nasceram. Dali nunca saem.
Estão acorrentados, em tal disposição , que só podem observar o que está á sua frente.
Por trás deles arde uma fogueira.
A luz do fogo projeta sombras na parede.
É tudo o que vêem.
Seu mundo é feio de sombras.
Richard Simmoneti, decodifica:
O que seria a caverna? A caverna simboliza as limitações impostas pelos sentidos e pela ignorância.Impedem as pessoas de ver o mundo real, que Platão chamava UNIVERSO DE IDÉIAS.
O que seria a fogueira? A fogueira é a experiência sensorial que pouco ilumina,projetando sombras de ilusão nas paredes da existência 
Como estamos aqui para desenvolver a razão e o sentimento, alguém desenvolve a sensibilidade , supera a ignorância e conquista o saber. Ou seja, deixa a caverna.
Num primeiro momento , deslumbra-se com a luz solar, a visão gloriosa da Natureza
Lamenta o tempo perdido, o comprometimento com as sombras.
Decide ajudar os companheiros com sua experiência .
Não é bem recebido.
Não acreditam nele . Jugam que está delirando. Hostilizam-no.

Isso só prova que nem todos estão aptos a conhecer a verdade, mas que todos , um dia , sairão dessa caverna escura , que maltrata e faz sofrer. Há um mundo se sol lá fora.

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO.


Nenhum comentário: