PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

"CENTRO ESPÍRITA SEAREIROS DO BEM - HÁ 25 ANOS EVANGELIZANDO A CRIANÇA E O ADOLESCENTE"

PROGRAMA PENSE NISSO

PROGRAMA PENSE NISSO
PROGRAMA PENSE NISSO . De segunda á sexta, 17 horas . Na Rádio Boa Nova de Itaporanga- CLIQUE NA IMAGEM E OUÇA A RÁDIO

Natal Fraterno 2016 do Centro Espírita Jesus de Nazareth , de Itaporanga

Natal Fraterno do Centro Espírita Jesus de Nazareth,  2016 , de Itaporanga
20161225_165455
(Rey AuCa)
Sabe leitor, existe um lindo poema do Espírito “Um Amigo Poeta”, o dirigente espiritual do Centro Espírita Jesus de Nazaré, da cidade de Catingueira, que manteve o seu anonimato por longos anos, até, ele mesmo, revelar que quando esteve encarnado aqui na Terra, na sua última experiência carnal, era conhecido como “Inácio da Catingueira", o poeta escravo.
Pois bem, há uma estrofe interessante de um poema que ele fez ,comparando a nossa estadia aqui pela Terra, com uma corrida. Dizia ele:
... “Nascer é ponto de partida,  a morte  é linha de chegada”...
Grande Poeta!
20161225_175945É essa a sensação que nós,  que fazemos o Centro Espírita Jesus de Nazaré, de Itaporanga,  temos por ocasião no natal de cada ano. Todos nós nos reunimos para distribuir quentinhas e presentes ás crianças que fazem parte dos trabalhos da instituição, da sopa fraterna, das gestantes e da evangelização. É momento de muita alegria e sensação de dever cumprido.  
Todos os anos reiniciamos as atividades da casa, como diz um dos nossos trabalhadores, Alberlando Araújo, depois do MIEP, que é o Encontro do Movimento Espírita da Paraíba, que acontece durante o Carnaval, na cidade de Campina Grande. É  o nosso ponto de partida.
E terminamos as atividades do ano como o Natal Fraterno, que sempre acontece no dia 25 de dezembro, por tradição da casa,  há mais de 35 anos e instituído pelos nossos valorosos irmãos Fernão e Maria, que já partiram para o mundo espiritual, com um belo almoço de confraternização e muitas quentinhas e presentes distribuídos aos mais carentes.   É a nossa linha de Chegada.
É claro que Jesus não nasceu em 25 de dezembro, já se sabe. Mas a data fincou-se como um marco à  confraternização, da reunião em família, da lembrança daquele que foi o ser mais importante que já surgiu no seio da humanidade e que dividiu a humanidade entre antes e depois dele.  
Ontem, foi especial e ficamos felizes com o movimento dos espíritas, que é sinônimo de cristãos e que leva á humanidade a proposta de Jesus sem enganos, sem ilusões e com verdade.
 Nós, os espíritos, não sabemos o dia do nosso ponto de partida, mas não podemos perder o foco na nossa caminhada, que é o mais importante. É preciso caminhar bem, desenvolvendo a razão e o sentimento. Isso sim é “salvação”, conquista do esforço, da transformação interior que não se dá em uns “míseros”, milênios. A estrada é longa, mas grande é  á nossa esperança. A nossa linha de chegada é o aperfeiçoamento integral, que as religiões apelidam de “salvação” e que nada mais é do que evolução.
Uma coisa é certa: “Nenhuma só das ovelhas (as humanidades espalhadas pelo  do cosmo infinito) do meu Pai se perderá”. Somos imortais. Ainda bem!
Que todos os dias tenhamos natais felizes, pois é preciso fazer Jesus nascer em nossas mentes e corações diariamente. Nada de ser só “bonzinho” no dia 25 de dezembro. Isso beira á hipocrisia.
FELIZ NATAL e UM ANO NOVO MELHOR AINDA. Só depende de você.
Vamos ao poema de “UM AMIGO POETA”:

Corrida da Vida

A vida é grande corrida
O Pai autoriza a largada.
Nascer é ponto de partida
A morte é linha de chegada.

Há atletas já cansados
Já sem muita resistência
Estão porem preparados
Pois tem muita experiência.

Os atletas despreparados
Tentam encurtar a corrida
Mas são, por Deus, reprovados
Voltam ao pondo de partida.

Mas, não é só espetáculo
Que move esta corrida,
Há também os obstáculos
Postos pela própria vida.

Como na competição
Se requer fé e  vontade
O atleta só chega a perfeição
Se possuir humildade.

O atleta recebe no céu
Por ter sido vencedor
Das mãos de   Deus um troféu
Quem tem nome de amor.

*  Recebido por Lúcia, em Catingueira.

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO.

Nenhum comentário: